quarta-feira, 11 de maio de 2011

Dúvidas, dúvidas e mais dúvidas!

Gente! Quem nunca ficou em dúvida sobre qual profissão seguir, não sabe o que é sofrimento! Claro que quando somos crianças queremos ser bailarinas, astronautas, jogadores de futebol, vocalistas de banda de rock, dentre outras bobagenzinhas que toda criança pensa... Mas, quando eu parei de pensar nessas bobagenzinhas, eu comecei a pensar na fisioterapia... Ah, a fisio *-* sem dúvidas, uma das profissões mais lindas que eu já vi ( e mal remunerada ¬¬) foi aí que criei um problema: fazer, ou não fazer?!
Tudo bem, decidi esperar mais um tempo pra ver se era isso mesmo que eu queria (ou que não queria)... Depois de muito pesquisar, muito pensar e muito ler, cheguei a dois resultados que talvez pudessem também me agradar... Publicidade e Propaganda ou Moda.... Tá mas e o mercado?! E o salário?! (merreca na maioria das vezes a não ser que eu dê MUITA sorte) E agora?! Me decidi por seguir alguma profissão que me dê dinheiro pra somente depois eu partir pra Fisioterapia, que aí é no amor mesmo, convenhamos... Mas o que fazer?! Será que eu aguentaria viver alguns (muitos) anos em um emprego que eu não gosto, com gente que eu não gosto, numa rotina extremamente chata e entediante (pra mim pelo menos), tudo isso por conta de dinheiro?! Maldito capitalismo que nos assola u.u... Tá, então, dos males o menor, resolvi partir pra P&P que é mais a minha cara, que tem mais dinamismo e que se eu der sorte e for foda o suficiente até dá pra ganhar bem.... Aí fui contar, toda feliz, pro meu melhor amigo... E lá veio crítica atrás de crítica (sobre salário, sobre o mercado e bla bla bla) e eu, é claro, fiquei mais confusa ainda, não pelo fato do dinheiro, mas pelas críticas. Pelo fato de as pessoas não me aceitarem como sou ou da forma que penso, por todos criticarem o sistema mas sustentarem isso tudo, e essa maldita ambição que os leva a querer mais e mais e nunca estar contente com nada, enfim... Eu não mudei minha opinião sobre a profissão que resolvi seguir, na verdade eu acho que eu estou num meio termo, nem capitalista demais, nem ferrada demais... No final das contas eu só quero poder fazer algo no qual eu me sinta bem (porém infelizmente tenho contas a pagar) então é isso. Fisioterapia ficará pra daqui há alguns anos... É claro que não tenho certeza de nada, e aposto que isso não é só comigo que acontece, mas todo mundo tem essas "crises existenciais" ...

"...I'm not a concept. I'm just a fucked up girl who is looking for my own peace of mind" (citando Brilho Eterno) em resumo, é isso que quero dizer...

E que venham mais dúvidas!

Um comentário:

  1. essas duvidas são fodas, eu só tive duvida qual lado da C.S seguir mas é tudo muito complicado

    ResponderExcluir