domingo, 1 de maio de 2011

Mad World

Há umas semanas eu assisti o tão intrigante filme Donnie Darko, e sinceramente não consegui destinguir exatamente meus setimentos ao decorrer do filme... De início senti medo, fiquei curiosa, fiquei emocionada e questionando bastante... Quando acabou, apertei play mais uma vez, senti uma necessidade de definições, de respostas, de idéias que o filme poderia me passar. Algumas perguntas foram "respondidas" mas surgiram ainda mais perguntas na minha mente, e um sentimento de vazio. Ao final do filme toca Mad World do Gary Jules e foi aí que bateu o vazio, me identifico com a música, com o ritmo, com a idéia passada... E passei todas essas semanas ouvindo-a e a cada dia me sentindo de uma forma diferente... Vai aí então a dica do filme e da música também, e não se preocupe se você não entender o filme, acho que a cada vez que eu o assisto eu o interpreto de uma nova forma.



All around me are familiar faces
Worn out places
Worn out faces
Bright and early for the daily races
Going no where
Going no where
Their tears are filling up their glasses
No expression
No expression
Hide my head I wanna drown my sorrow
No tomorrow
No tomorrow
And I find it kind of funny
I find it kind of sad
The dreams in which I'm dying are the best I've ever had
I find it hard to tell you
I find it hard to take
When people run in circles its a very very
Mad world
Mad world
Children waiting for the day they feel good
Happy birthday
Happy birthday
And I feel the way that every child should
Sit and listen
Sit and listen
Went to school and I was very nervous
No one knew me
No one knew me
Hello teacher tell me what's my lesson
Look right through me
Look right through me
And I find it kind of funny
I find it kind of sad
The dreams in which I'm dying are the best I've ever had
I find it hard to tell you
I find it hard to take
When people run in circles its a very very
Mad world
Mad world
Enlarging your world
Mad world

Nenhum comentário:

Postar um comentário