terça-feira, 24 de maio de 2011

Numa tarde fria...

Minha cabeça não para, não durmo há dias, não entra nada no meu estômago a não ser café... Os cigarros, até já perdi as contas. O frio lá fora me incomoda, me faz sentir ainda mais dor. Minha mente a mil por hora, fico tentando entender ou interpretar as coisas, a vida, tudo que vivi e que estou vivendo. E eu não consigo entender, não consigo entender a mim mesma, que dirá entender as outras pessoas... Por quê correr tanto, por quê sofrer tanto, pra quê almejar tantas coisas sendo que as pessoas não conseguem nem o principal: olhar dentro de si mesmas e enxergar o que tem lá. Vira e mexe eu me pego pensando nisso tudo, e lá no fundo eu sou só mais uma dessas pessoas, sinto um vazio enorme tomando conta de mim, sinto que eu vou ser sempre assim... Queria resovler tudo num piscar de olhos, sentir felicidade, como se o sol brilhasse dentro de mim novamente, mas parece que quanto mais eu quero isso, mais isso fica distante. Há um abismo entre nós
Tenho me sentido exausta, impotente, fraca... Tenho medo de passar minha vida inteira assim, com esses sentimentos, com essa dor, me questionando sobre tudo a minha volta e triste com tudo o que vejo. Mal consigo me expressar sobre isso tudo, meus pensamentos voam rápido demais... Costumo dizer a meus amigos que aos 30 ou eu serei aclamada genial, ou ficarei louca... Creio que a segunda opção é mais viável para o momento. Eu sinto dor por não me compreender e não compreender o mundo a minha volta... 
Acho que a vida é muito mais simples do que podemos imaginar que seja, e que complicamos muito (me incluo nesse grupo), damos mais valor a coisas do que a pessoas, a objetos do que a sentimentos, e quando nos damos conta, a vida passou... E não a vivemos.





Um comentário:

  1. Nossa, adorei o que você escreveu! Realmente, as vezes tenho esse momento de reflexão e questionamento sobre quem eu sou e as pessoas ao meu redor rs E acredito que não somos as únicas, uma pena que apesar dessa reflexão é difícil ver mais gente pensando assim e colocando isso em prática. Parabéns pelo texto! Voltarei mais vezes visitar o seu blog, bjs

    ResponderExcluir