terça-feira, 11 de outubro de 2011

Momento Artesã

Há algum tempo já eu descobri que tô com depressão profunda, e em meio a tantos remédios e tantas crises eu aprendi alguns artesanatinhos... Quando eu trabalhava na TV e as senhorinhas me ligavam e falavam que elas se sentiam bem fazendo eu pensava: poxa vida não tem nada de incrível nisso. Foi aí que descobri o quão enganada eu estava.. Além de ser um ótimo calmante, o artesanato de uma forma geral ajuda a gente a matar o tempo, a se sentir útil e, sem contar que não tem sensação melhor que ver algo lindo pronto e falar: "fui eu que fiz".
Devido a tantos problemas eu acabei ficando desempregada e, como dizem por aí mente vazia é oficina né.. Claro que o artesanato, na minha vida não é uma fonte de renda nem nada do tipo até por quê não faço pra vender e só.. Eu faço por quê eu amo e me faz bem, se vender é consequência... Então eu sei que parece clichê isso tudo que disse mas, eu sei que muita gente acha que depressão é frescura, ou falta de Deus no coração, ou qualquer coisa assim, mas somente quem tem sabe como é... Então pras pessoas que estão mal, desanimadas e desmotivadas, tentem descobrir algo diferente que vocês gostem, algo que faça vocês se divertirem, se distraírem... Eu descobri que sou boa nisso, mas você pode aprender a tocar um instrumento, cantar, cozinhar, fazer lembrancinhas ou sei lá! Mas motivem-se! Não deixe que o tempo passe em vão...
Dêem uma olhadinha nas coisinhas que eu faço ^^
























Se alguém tiver interesse é só entrar em contato comigo através do e-mail: marina.alexandroni@hotmail.com

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Namoro

 
 Namorada é a mais difícil das conquistas. Difícil porque namorada de verdade é muito raro. Necessita de adivinhação, de pele, saliva, lágrima, nuvem, quindim, brisa ou filosofia. Paquera, gabira, flerte, caso, transa, envolvimento, até paixão é fácil. Mas namorada mesmo é muito difícil.

Namorada não precisa ser a mais bonita, mas ser aquela a quem se quer proteger e quando se chega ao lado dela a gente treme, sua frio, e quase desmaia pedindo proteção. A proteção dela não precisa ser parruda ou bandoleira: basta um olhar de compreensão ou mesmo de aflição.

Quem não tem namorada não é quem não tem amor: é quem não sabe o gosto de namorar. Se você tem três pretendentes, duas paqueras, um envolvimento, duas amantes e uma esposa; mesmo assim pode não ter nenhuma namorada. Não tem namorada quem não sabe o gosto da chuva, cinema, sessão das duas, medo do pai, sanduíche da padaria ou drible no trabalho.

Não tem namorada quem transa sem carinho, quem se acaricia sem vontade de virar lagartixa e quem ama sem alegria.

Não tem namorada quem faz pactos de amor apenas com a infelicidade. Namorar é fazer pactos com a felicidade, ainda que rápida, escondida, fugidia ou impossível de curar.

Não tem namorada quem não sabe dar o valor de mãos dadas, de carinho escondido na hora que passa o filme, da flor catada no muro e entregue de repente, de poesia de Fernando Pessoa, Vinícius de Moraes ou Chico Buarque, lida bem devagar, de gargalhada quando fala junto ou descobre a meia rasgada, de ânsia enorme de viajar junto para a Escócia, ou mesmo de metrô, bonde, nuvem, cavalo, tapete mágico ou foguete interplanetário.

Não tem namorada quem não gosta de dormir, fazer sesta abraçado, fazer compra junto. Não tem namorada quem não gosta de falar do próprio amor nem de ficar horas e horas olhando o mistério do outro dentro dos olhos dele; abobalhados de alegria pela lucidez do amor.

Não tem namorada quem não redescobre a criança e a da amada e vai com ela a parques, fliperamas, beira d'água, show do Milton Nascimento, bosques enluarados, ruas de sonhos ou musical da Metro.

Não tem namorada quem não tem música secreta com ele, quem não dedica livros, quem não recorta artigos, quem não se chateia com o fato de seu bem ser paquerado. Não tem namorada quem ama sem gostar; quem gosta sem curtir quem curte sem aprofundar. Não tem namorada quem nunca sentiu o gosto de ser lembrado de repente no fim de semana, na madrugada ou meio-dia do dia de sol em plena praia cheia de rivais.

Não tem namorada quem ama sem se dedicar, quem namora sem brincar, quem vive cheio de obrigações; quem faz sexo sem esperar o outro ir junto com ele.

Não tem namorada que confunde solidão com ficar sozinho e em paz. Não tem namorada quem não fala sozinho, não ri de si mesmo e quem tem medo de ser afetivo.

Se você não tem namorado porque não descobriu que o amor é alegre e você vive pesando 200Kg de grilos e de medos. Ponha a saia mais leve, aquela de chita, e passeie de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração estouvado, saia do quintal de si mesma e descubra o próprio jardim.

Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo de sua janela. Ponha intenção de quermesse em seus olhos e beba licor de contos de fada. Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteio.

Se você não tem namorada é porque não enlouqueceu aquele pouquinho necessário para fazer a vida parar e, de repente, parecer que faz sentido.

sábado, 1 de outubro de 2011

Dalai Lama



· Dê mais às pessoas, MAIS do que elas esperam, e faça com alegria.
· Decore seu poema favorito.
· Não acredite em tudo que você ouve, gaste tudo o que você tem e durma tanto quanto você queira.
· Quando disser "Eu te amo" olhe as pessoas nos olhos.
· Fique noivo pelo menos seis meses antes de se casar.
· Acredite em amor à primeira vista.
· Nunca ria dos sonhos de outras pessoas.
· Ame profundamente e com paixão.
· Você pode se machucar, mas é a única forma de viver a vida completamente.
· Em desentendimento, brigue de forma justa, não use palavrões.
· Não julgue as pessoas pelo seus parentes.
· Fale devagar mas pense com rapidez.
· Quando alguém perguntar algo que você não quer responder, sorria e pergunte: "Porque você quer saber?".
· Lembre-se que grandes amores e grandes conquistas envolvem riscos.
· Ligue para sua mãe.
· Diga "saúde" quando alguém espirrar.
· Quando você se deu conta que cometeu um erro, tome as atitudes necessárias.
· Quando você perder, não perca a lição.
· Lembre-se dos três Rs: Respeito por si próprio, respeito ao próximo e responsabilidade pelas ações.
· Não deixe uma pequena disputa ferir uma grande amizade.
· Sorria ao atender o telefone, a pessoa que estiver chamando ouvirá isso em sua voz.
· Case com alguém que você goste de conversar. Ao envelhecerem suas aptidões de conversação serão tão importantes quanto qualquer outra.
· Passe mais tempo sozinho.
· Abra seus braços para as mudanças, mas não abra mão de seus valores.
· Lembre-se de que o silêncio, às vezes, é a melhor resposta.
· Leia mais livros e assista menos TV.
· Viva uma vida boa e honrada. Assim, quando você ficar mais velho e olhar para trás, você poderá aproveitá-la mais uma vez.
· Confie em Deus, mas tranque o carro.
· Uma atmosfera de amor em sua casa é muito importante. Faça tudo que puder para criar um lar tranquilo e com harmonia.
· Em desentendimento com entes queridos, enfoque a situação atual.
· Não fale do passado.
· Leia o que está nas entrelinhas.
· Reparta o seu conhecimento. É uma forma de alcançar a imortalidade.
· Seja gentil com o planeta.
· Reze. Há um poder incomensurável nisso.
· Nunca interrompa enquanto estiver sendo elogiado.
· Cuide da sua própria vida.
· Não confie em alguém que não fecha os olhos enquanto beija.
· Uma vez por ano, vá a algum lugar onde nunca esteve antes.
· Se você ganhar muito dinheiro, coloque-o a serviço de ajudar os outros, enquanto você for vivo. Esta é a maior satisfação de riqueza.
· Lembre-se que o melhor relacionamento é aquele em que o amor de um pelo outro é maior do que a necessidade de um pelo outro.
· Julgue seu sucesso pelas coisas que você teve que renunciar para conseguir.
· Lembre-se de que seu caráter é seu destino.
· Usufrua o amor e a culinária com abandono total.

Tá quase lá!!!